terça-feira, 20 de julho de 2010

tristeza

So de pensar que o nosso laço único, tao puro e sadio, se tornou uma experiência tão traumática nas nossas vidas tudo que posso dizer é que isso me entristece. Mas, foi único cada momento vivido, ainda que alguns tenham sido muito dolorosos, ou tão dolorosos que até mesmo ultrapassavam todo e qualquer limite de dor. Ainda assim foi único, filho. Cada minuto que eu te amamentei sem sentir dor foi mágico e prazeroso. E até mesmo quando as lágrimas desciam sem parar e eu insistia em te alimentar vai ficar pra sempre guardado no meu coração. Eu juro por Deus que nao queria que fosse assim. Eu nao queria ter que parar de te dar o meu peito, de abrir o meu coração, e me entregar toda nessa tarefa para voce. Mas infelizmente eu estou exausta de tanto sofrimento. Eu nao aguento mais ter febre, ficar com o peito empedrado, ouvir voce chorar de fome e o meu peito nao ser suficiete para voce. Eu queria te satisfazer por completo, queria que voce adormecesse novamente com as maozinhas apoiadas em baixo do seu queixinho, já apoiado em cima do meu peito já sequinho do tanto que voce comeu. Como vou sentir falta disso. Mas preciso que voce me entenda e seja compreensível. Mamãe fez o melhor que pode. Foram dois meses de tratamento intensivo para poder amamentar. Entretanto, infelizmente, chegamos a esse fim. Eu nunca vou esquecer tudo que vivemos enquanto o meu peito nos unia... As suas caretinhas, a sua boquinha balançando para um lado e para o outro buscando o peito que ja estava na sua boca, o seu biquinho de satisfeito depois de uma boa mamada, o seu olhar extasiado de tanto leite...
Sao tantas lembranças maravilhosas que eu ate me perco no choro na hora de lembrá-las.
Mamae te ama demais e acima de todas as coisas.

Mami B.
(super triste)

segunda-feira, 19 de julho de 2010

:]

Só quem é mãe sabe o que acordar de hora em hora em plena madrugada e ainda se pegar numa gargalhada so por ter visto uma boquinha tao delicada e pequenininha esboçando um sorriso safado.

Amor que não se mede.

Mami B.

De coração

Hoje eu nao consigo mais imaginar como seria a minha vida sem voce. És parte de tudo que há em mim. Até todos os meus pensamentos são teus. Queria poder viver para cuidar de voce e nao me dedicar mais a nada. Voce me completa de uma forma inexplicável. Amor sem medidas. Sentimento puro e verdadeiro, leal, real. Por voce faço tudo. Amo demais. Amor além da conta.

Mami B.

O sapo não lava o pé!

Bebezinho, que voce tinha chulezinho no pé mamãe já sabia... Mas, agora acabo de descobrir que voce tambem tem chulezinho na mão! Hahaha
voce só vive com ela fechadinha... Acho que por isso que tá fedida. =p
Mas, mesmo assim mamãe te ama e te cheira bem muito. (L)

B.

sábado, 17 de julho de 2010

Santo Móbile

Desde ontem Henrique está super abusadinho. E eu acredito ser pelo fato que desde antes de ontem que ele nao fazia cocô. Liguei pra pediatra hoje de manhã e ela passou um supositório de glicerina. Fomos pra casa da minha mãe almoçar e lá, junto com Pedro, fiz o que foi indicado. Na mesma hora, enquanto ainda estava com o supositorio na mao, meu bebe fez um cocozinho. Sei que é meio nojento ficar falando de cocê... Mas, quem é mãe sabe como é angustiante voce ver o seu filho chorando de dor,agoniado,sem comer direito e sem querer dormir.

Mesmo depois de já ter feito cocô duas vezes ele ainda está meio abusado. Estou preocupada... Acho que ele está acostumado a ficar o tempo todo no braço. Há tempos que estava tentando colocar ele pra dormir aqui no bercinho da casa da minha mãe e nada dele querer ficar. O problema foi resolvido quando atentei para ligar a musica que toca no móbile que ele ganhou da bisa Carmem. Ele está agora dormindo feito um anjinho. No começo relutou um pouco, mas no final se rendeu ao sono. E eu espero que ele continue assim por pelo menos 2h porque o meu peito está super dolorido ao ponto de nao conseguir dar a ele direito, e eu estou super cansada da faxina geral que fizemos lá em casa ontem.
Essa vida de dona de casa sem doméstica não é fácil. Ainda bem que o Pedro ajuda bastante, porque se nao eu não daria conta.

Ufa, ufa.
Morta de cansada..

Mami B.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Chan-chan-changes

28 de março de 2010

Hoje acho que tive um dos dias mais cansativos de toda minha vida!
O dia começou cedo pra mim, as 6h eu estava acordando pra começar a organizar tudo para a mudança da inquilina e pra nossa! Chegou a hora do almoço e nada da mudança dela terminar. Nunca vi tanta coisa junta num lugar so. O tempo parecia se arrastar.
Depois de almocar no shopping com Mario e Barbara enquanto Pedro ia pra casa da mãe dele conseguir funcionarios pra fazer a nossa mudança, Amanda e Renatoca foram nos buscar para começarmos a nossa luta! Lavamos o apartamento todo e foi super cansativo! Nao teria conseguido sem a ajuda dessas pessoas tao queridas.
Ainda de tarde Gabi e o namorado nos trouxeram um bolo de queijo maravilhoso e cachorro quente, e toda uma ajuda que foi de toda bem vinda! Ja à noite Pedro chegou com as nossas coisas, e um pouco antes os amigos dele tambem chegaram. Thiago, Erick e Mateus.
As coisas so ficaram arrumadas lá pras 10 da noite

Papai nunca carregou tanta caixa. =p


Mami Betina

Carta para Henrique mês 1

Henrique, meu pituquinho lindo,
Quando voce chegou para mim, ainda no hospital, a minha vida ganhou mais luz. Ao te olhar pela primeira vez, ainda na sala de parto, eu nao pude conter a emoção. Eras tão pequenininho, tão frágil, tão lindo, e tão sujinho (na hora eu nem liguei!); assim que Dr. Antonio Carlos te tirou de mim eu quis te ver, te pegar, sentir o teu corpinho. Ainda quando estavas aqui no forninho, enquanto abriam a portinha para você sair, papai pôde ver a sua orelhinha e nessa hora eu pensei que ele fosse desmaiar! Ele ficou falando "ai meu deus, ai meu deus", e eu já sabia que voce era perfeito.
Ainda na sala de parto colocaram voce em cima de mim para que a gente pudesse se conhecer e ter o primeiro contato. Foi lindo! Voce tentava mamar no mei peito e me dava beijinho e cheirinho, até que ficou irritado e começou a chorar; eu tentava te acalmar com minha voz e te dizia que eu estava lá, que nao era pra voce chorar mais. Mas, eu confesso: voce so se calou quando papai te pegou no colo.
Morria de medo que trocassem voce nos hospital, entao disse pra tia Gugui ficar de olho em voce e pra papai perceber se voce tinha algum sinal na pele. Nao foi nem preciso! A recepção que te esperava na porta do berçário foi tanta que as enfermeiras nao quiseram deixar voce sair de tanta gente. E as pessoas nao paravam de chegar. Depois eu faço uma listinha porque eu nao lembro muito bem.. Foi muita informação, emoção, em poucas horas.
Te ter em meus braços despertava em mim um sentimento mágico e isso eu sinto até hoje. Quando me olhas com esses olhinhos miúdos o mundo todo pára para que eu possa te admirar.
Eu te amo demais.

Beijos da sua mamãe

B.

Para Henrique

Nunca pensei que um dia eu fosse ficar tao feliz ao te ver fazendo cocô.
De ontem pra hoje voce teve uma noite inquieta e desde manha cedo nao conseguiu cochilar por conta das cólicas.
Desse jeito mamae fica muito preocupada.

Mami B.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Angu!

Pode ser coisa da minha cabeça ou nao, mas esse final de semana, no sábado pra ser mais exata, Henrique falou "angú" e repetiu diversas vezes! Sorria e mostrava a lingua e depois soltava "angú".
Hahaha

Lindinho da mamãe.
(L)

Mami B.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

O que me fortalece todo dia

"Se dar a vida é atributo da natureza, amamentar é transvazar nossa vida noutra vida, derramar nossa alma a cada instante, para que outra alma se erga e viva de nós."

E toda vez eu choro.

Mami B.